ITAMOGI DECRETA CALAMIDADE PÚBLICA DEVIDO AS GEADAS DOS ÚLTIMOS DIAS - Correio Sudoeste - De fato, o melhor Jornal | Guaxupé Mg

Guaxupé, 22 de setembro de 2021


Publicidades

ITAMOGI DECRETA CALAMIDADE PÚBLICA DEVIDO AS GEADAS DOS ÚLTIMOS DIAS

Publicado segunda, 26 de julho de 2021





A Prefeitura de Itamogi emitiu na sexta-feira,23, um decreto onde declara estado de calamidade pública pelo prazo de 180 dias, em toda a extensão do município. A comunidade, como toda a região foram afetadas por uma forte geada nos últimos dias, com temperaturas próximas a zero grau. O resultado é que o frio intenso causou destruições nas lavouras de diversas plantações, principalmente na cafeicultura, causando sérios prejuízos aos agricultores.

O decreto autoriza a mobilização de todos os setores municipais competentes para atuarem sob a coordenação da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC). Várias são as ações que estão sendo coordenadas no sentido de dar uma resposta aos efeitos climáticos. Entre as medidas iniciais consta a reabilitação do cenário e reconstrução, devendo, ainda, permanecer em estado de alerta para iminência de geada, que tem previsão de nova ocorrência nos próximos dias.

O Sindicato dos Produtores Rurais de Itamogi também emitiu um comunicado aos associados e a comunidade itamogiense que diante do cenário difícil vivenciado pelos produtores rurais de que está buscando soluções junto as principais compradoras de café na região.

“Diante do cenário difícil vivenciado pelos produtores rurais em decorrência de fatores climáticos ocorridos em 2020 e com a geada que atingiu grande parte das lavouras do município nos últimos dias, comprometendo drasticamente as safras futuras, estamos tomando frente junto as principais compradoras de café atuantes na região (Coopercitrus, Cooxupé e Olam), com o objetivo de buscar soluções razoáveis e justas para que os contratos de trava e troca de café celebrados  com os produtores rurais sejam honrados”, diz trecho do comunicado.

Ainda na sexta-feira, o vice-prefeito José Carlos da Silva e o secretário Eurípedes Cardeal Dias participaram em Alfenas de uma reunião com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina. Os agricultores da região se mobilizaram em uma reunião emergencial da qual a ministra participou representando o Governo Federal. O objetivo foi verificar a situação das lavouras, ouvir os produtores para pensar em uma agenda de prioridades para atender os produtores locais.

A ministra mostrou-se sensibilizada com a situação dos cafeicultores e reforçou que o governo irá se empenhar para a busca de solução para o setor. “Quando eu recebi os relatos da geada do dia 20 de julho, eu fiquei muito preocupada. Eu sei o esforço para produzir e a frustração de perder a plantação num ano com boas previsões de valores", disse a ministra da agricultura Tereza Cristina.

Em continuidade ela ressaltou que pretende manter o diálogo permanente com os representantes da cafeicultura para a tomada de providências que se fazem necessárias. "Viemos aqui para ver, ouvir e achar soluções em conjunto, sentarmos à mesa para identificarmos uma solução, que não será única. A geada pegou pontos diferentes e, por isso, vamos trabalhar em uma solução conjunta com o estado de Minas.

Fonte: Jornal do Sudoeste




Mais Agropecuária


 Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar