Historiador confirma informação de doação do terreno da Casa da Criança - Correio Sudoeste - De fato, o melhor Jornal | Guaxupé Mg

Guaxupé, 22 de junho de 2021


Publicidades

Historiador confirma informação de doação do terreno da Casa da Criança

Publicado quinta, 25 de julho de 2019





No início da década de 1950, o então bispo diocesano, Dom Inácio João dal Monte teve a iniciativa para que através de um movimento popular fosse implantada em Guaxupé uma casa para assistência de meninas órfãs.

A saudosa Eugênia Costa Monteiro, Dona Gena, abraçou a proposta do bispo e muito contribuiu com seus recursos próprios para que fosse construído o atual prédio da Avenida Dona Floriana, 272, onde atualmente encontram-se, a Casa da Criança e a Delegacia de Polícia Civil.

Conforme noticiou o jornal Folha do Povo, em 29-11-1953, o então prefeito municipal. Dr. Geraldo Ribeiro do Valle, com o aval da Câmara Municipal, anunciava que seria doado à Diocese de Guaxupé o terreno que havia sido reservado para a construção da Praça dos Expedicionários, para que no local fosse construído o prédio do Instituto Dr. José Costa Monteiro para abrigo e educação de meninas pobres.

Naquela ocasião o jornal já destacava as palavras de Dom Inácio:

“O gesto dos Poderes Municipais, vindo de encontro à iniciativa e prestigiando-a com o seu apoio, repercutiu bem em todos os meios sociais dada a alta finalidade do novo instituto, qual a de formar as futuras mães de família, enfim a mulher virtuosa e digna capaz de sustentar e elevar as tradições da boa família mineira, na excelência de sua fé e de seus sentimentos”.

A doação do terreno foi efetivada com a publicação da lei municipal nº 103, de 9 de novembro de 1953.




Mais D. Inácio


 Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar